Home
Mapa do Site

 

 

  Instituição
  Historial
  Colecções
  Processos
  Cinema
  Noticias
Informações
Agenda
Loja
Links
Faq's

Historial da Photographia “Vicentes”


 

Breve resumo da rica e preenchida História do mais antigo atelier de fotografia da Madeira e dos seus membros mais influentes.


12 março 1827


Nasce Vicente Gomes da Silva.

 
19 novembro 1848


Vicente Gomes da Silva casa com Maria Cristina Fernandes (1823-1912).

 
1848

Inicio da atividade comercial de Vicente Gomes da Silva, estabelecendo-se numa loja na Praça de São João.

Retrato
Retrato Verso


4 outubro 1849



Nascimento de Júlia Gomes da Silva

 
29 e 30 junho 1850

1ª Exposição da Indústria Madeirense, promovida pelo então Governador Civil, José Silvestre Ribeiro (1807–1891).
As medalhas que seriam entregues nesta exposição foram desenhadas e executadas por Vicente Gomes da Silva, tendo ele próprio ganho uma.



 

1 agosto 1852


Nascimento de Alfredo Gomes da Silva

 
agosto 1852

Vicente Gomes da Silva faz parte da comissão organizadora das festas de receção à Imperatriz Viuva do Brasil, D. Maria Amélia (1812–1873) e de sua filha a Princesa D. Amélia (1831–1853), tendo executado a parte de desenho do poema dedicado à Princesa D. Amélia.

 

 
27 novembro 1852

Oferta de um colar em ouro, cujo desenho foi de Vicente Gomes da Silva, ao Governador Civil José Silvestre Ribeiro (1807–1891), em nome da população madeirense em reconhecimento pela sua governação.

Colar

 

27 abril 1853

Vicente Gomes da Silva recebe o titulo de “Gravador de S. M. A Imperatriz do Brasil”, podendo assim apresentar as armas imperiais na fachada do seu estabelecimento.

Carta Brasil

 

14 agosto 1856

Falecimento de Júlia Gomes da Silva, muito provavelmente de “cólera-morbus” (atualmente designada por gastroenterite), doença que, nesse ano, entre os meses de julho a outubro, ceifou a vida a mais de dez mil madeirenses.

 

 

 

23 setembro 1857


Nascimento de Vicente Gomes da Silva, Júnior.

 
1858

Vicente Gomes da Silva muda-se do Largo de São João para uma casa na rua de João Tavira, a que na altura se denominava do “Sargento”.

 

 
4 junho 1859

Primeira referência publica da atividade fotográfica de Vicente Gomes da Silva, no jornal “O Direito”.

 

 
31 dezembro 1859


Nascimento de Eduardo Gomes da Silva.

 
21 novembro 1860
a 28 abril 1861

Estada da Imperatriz Elisabeth da Áustria (1837–1898) na Madeira por motivos de saúde. Durante a sua estada foi fotografada por Vicente Gomes da Silva.

 

Sissi

 

 

setembro e
novembro 1861

Vicente Gomes da Silva entra numa polémica com um oficial do exército chamado António Pedro de Azevedo (1814-1889) devido a direitos de autor de negativos fotográficos.

 

 
1862

Vicente Gomes da Silva adquire um prédio no Largo da Sé, onde abre um Bazar.

 

 
1863

Vicente Gomes da Silva aparece estabelecido como fotógrafo num atelier na Rua da Ponte Nova nº 1.

 

 
27 maio 1865

Vicente Gomes da Silva compra o imóvel da Rua da Carreira, mudando o seu atelier da Ponte Nova para a Rua da Carreira.

 

Rua da Carreira
19 março 1866

É atribuído a Vicente Gomes da Silva o título de “Photographe de Sa Majesté L’Impératrice d’Autriche”, podendo assim apresentar as armas imperiais da Austria-Hungria no seu estabelecimento.

Carta Sissi

 

14 outubro 1869

O estabelecimento que Vicente Gomes da Silva possuía no Largo da Sé é encerrado.

 

 
1872

Vicente Gomes da Silva e possivelmente Alfredo Gomes da Silva fizeram parte da administração da "Companhia Fabril de Assucar Madeirense", cuja direção abandonaram em março de 1872.

 

 
6 julho 1875

Data da primeira encomenda feita à tipografia da “Casa Vicente”, em nome de João da Câmara Lomelino (1828-1896), constando de 100 cartões de visita.

 

 
1878

Aquando da fundação do “Diário de Noticias” do Funchal, numa das suas primeiras impressões o prelo do jornal parte-se, tendo Vicente Gomes da Silva, Júnior prontificado-se a imprimir o jornal nas oficinas da “Casa Vicentes” até à compra de um prelo novo pelos proprietários do mesmo.

 

 
26 novembro 1878

Vicente Gomes da Silva, Júnior e Eduardo Gomes da Silva fazem parte da “Fanfarra Funchalense”, cuja fundação data desta altura.

 

 
26 agosto 1879

Eduardo Gomes da Silva parte para a Bélgica, onde irá cursar música no conservatório real de Bruxelas.

 

 
1880

Morre Alfredo Gomes da Silva, internado no Hospital Psiquiátrico de Rilhafoles em Lisboa.

 

 
6 fevereiro 1881

Vicente Gomes da Silva, Júnior casa com D. Eulália Martinha de Freitas (1862-1884).

 

 
14 dezembro 1881

Nascimento de Vicente Ângelo Gomes da Silva, primeiro filho de Vicente Gomes da Silva, Júnior.

 

 
1 novembro 1882

Júlio Siza (1841–1919) começa a trabalhar no atelier “Vicentes”.

 

 
8 setembro 1883

Manuel de Arriaga (1840–1917), futuro Presidente da Republica, esteve na Madeira a agradecer a sua eleição como deputado às cortes e é fotografado por Júlio Siza no Atelier “Vicentes”.

 

 
12 maio 1884

Falecimento de Eulália Martinha de Freitas (1862-1884), esposa de Vicente Gomes da Silva, Júnior.

 

 
10 setembro 1884

Júlio Siza (1841–1919) abandona o atelier “Vicentes” e parte para Demerara (atual Guiana Britânica).

 

 
20 setembro 1884

Data do primeiro livro de registos que o Museu possui, sobre trabalhos de estúdio. Os três anteriores perderam-se.

 

 
8 novembro 1884

 

Eduardo Gomes da Silva regressa da Bélgica.

 
12 setembro 1885

Hermenegildo Capelo (1841–1917) e Roberto Ivens (1850–1898), exploradores do continente africano, são fotografados no atelier “Vicentes” por Vicente Gomes da Silva, Júnior, tendo Vicente Gomes da Silva feito os retratos no exterior.

 

 
7 junho 1886

Segundo casamento de Vicente Gomes da Silva, Júnior com D. Joana Avelina Henriques (1865-1946).

 

dezembro 1886 a
agosto 1887
Ampliação do Atelier “Vicentes” segundo desenho de Vicente Gomes da Silva, Júnior.

Estudio Renovado

Folha Livro de Registo

 

16 fevereiro 1889
Vicente Gomes da Silva, Júnior alista-se como bombeiro voluntário.

Vicente Junior - Bombeiro

 

novembro 1889

Eduardo Gomes da Silva é internado no Hospital Psiquiátrico Conde Ferreira no Porto.

 

 
30 novembro 1889

Vicente Gomes da Silva fotografa as cerimónias fúnebres celebradas na Madeira devido ao falecimento de D. Luís I (1838 – 1889).

 

 
9 novembro 1891

Nascimento de Julieta Gomes da Silva, filha do segundo casamento de Vicente Gomes da Silva, Júnior.

 

 
julho 1892

Abertura de uma galeria para exposição de fotografias no atelier “Vicentes” por iniciativa de Vicente Gomes da Silva Júnior.

 

 
23 dezembro 1893 a
4 fevereiro 1894


A Imperatriz Elisabeth da Áustria (1837–1898) regressa à Madeira a bordo do vapor austríaco “Greif”, barco que é fotografado por Vicente Gomes da Silva, Júnior.

 
9 abril 1894

Louvor a Vicente Gomes da Silva, Júnior, passado pela “Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários”, devido aos serviços prestados aquando do fogo que aconteceu a 9 de abril de 1894 na rua do Phelps.

 

 
2 maio 1895

Nascimento de Aida Henriques Gomes da Silva, filha do segundo casamento de Vicente Gomes da Silva, Júnior.

 

 
27 fevereiro 1896

A Câmara Municipal do Funchal nomeia Vicente Gomes da Silva, Júnior como comandante interino do corpo de Bombeiros Voluntários e fiscal do material de incêndios.

 

 
15 abril 1899

O poeta António Nobre (1867–1900) é fotografado no atelier “Vicentes”.

 

 
20 outubro 1900

Vicente Ângelo Gomes da Silva casa com D. Maria José Bettencourt

 

 
4 dezembro 1900

Vicente Gomes da Silva, Júnior é nomeado definitivamente comandante dos Bombeiros Voluntários.

 

 
22 a 25 junho 1901

Visita régia ao Funchal, Vicente Gomes da Silva, Júnior foi um dos repórteres fotográficos da visita de D. Carlos (1863–1908) e D. Amélia (1865–1951) ao Funchal.

 

 
12 março 1902

Nascimento de João Luís Henriques Gomes da Silva, filho do segundo casamento de Vicente Gomes da Silva, Júnior.

 

 
10 maio 1902

Nascimento de Vicente Bettencourt Gomes da Silva, filho de Vicente Ângelo Gomes da Silva.

 

 
6 janeiro 1903

Vicente Gomes da Silva recebe o titulo de “Photographo da Casa Real Portuguesa”, podendo assim colocar as armas reais da casa de Bragança no estabelecimento.

 

Brazão de Armas
29 fevereiro 1904

Nascimento de Maria José Bettencourt Gomes da Silva.

 

 
14 dezembro 1906


Falecimento de Vicente Gomes da Silva.

 
1908

Vicente Gomes da Silva, Júnior reabre a antiga oficina tipográfica no edifício da Rua da Carreira.

 

9 agosto 1912

Falecimento de Maria Cristina Fernandes Gomes da Silva (1823-1912), viúva de Vicente Gomes da Silva.

 

 
6 outubro 1913

Nascimento de Jorge Bettencourt Gomes da Silva.

Jorge Bettencourt Gomes da Silva

 

9 novembro 1915

Casamento de Maria Aida Henriques Gomes da Silva com José Marcelino Clairouin (1893-1952).

 

31 maio 1917

Vicente Gomes da Silva, Júnior é nomeado comandante honorário dos Bombeiros Voluntários.

 

 
15 abril 1919

Falecimento de Maria Julieta Henriques Gomes da Silva.

 

 
22 março a 2 abril 1921

Chegada à Madeira dos aviadores Carlos Veigas Gago Coutinho (1869–1959), Artur Freire Sacadura Cabral (1881–1924), Manuel Ortins de Bettencourt (1892-1969) e Roger Soubiran (?-1979), que realizaram o 1º Raid Lisboa-Madeira, tendo sido fotografados no atelier “Vicentes”.

 

 
26 abril 1922

Casamento de Maria José Bettencourt Gomes da Silva com Mário Humberto Galvão (1896-1965).

 

 
10 outubro 1922

Vicente Ângelo Gomes da Silva realiza uma reportagem fotográfica da passagem pela Madeira do então Presidente da Republica, António José de Almeida (1866–1929).

 

 
21 a 23 outubro 1922

Vicente Ângelo Gomes da Silva realiza uma reportagem fotográfica da estada na Madeira, no seu regresso do Brasil, dos aviadores Carlos Veigas Gago Coutinho (1869–1959), Artur Freire Sacadura Cabral (1881–1924).

 

 
2 junho 1924

Vicente Ângelo Gomes da Silva realiza a reportagem fotográfica do 74º aniversário da Banda dos Artistas Funchalenses.

 

 
6 outubro 1924

Vicente Ângelo Gomes da Silva realiza a reportagem fotográfica do 52º aniversário da Banda Artístico Madeirense.

 

 
1925

Os "Vicentes", em conjunto com outros fotógrafos profissionais e amadores colaboraram na edição de Damião Peres das "Saudades da Terra", que foi editado no Porto em 1925.

 

 
19 fevereiro 1925

Casamento de Vicente Bettencourt Gomes da Silva com Maria da Conceição Valente (1897-1979).

 

 
19 outubro 1925

Vicente Gomes da Silva, Júnior realiza a reportagem fotográfica do 53º aniversário da Banda Distrital do Funchal, cujos festejos decorreram em Santa Cruz na "Quinta Burnay".

 

 
27 fevereiro 1926

Nascimento de Maria Eulália Valente Gomes da Silva e Maria Ângela Valente Gomes da Silva, filhas de Vicente Bettencourt Gomes da Silva.

 

10 e 11 janeiro 1927

Vicente Ângelo Gomes da Silva realiza a reportagem fotográfica da estada na Madeira de Pietro Stoppini, o responsável em Itália pela peregrinação madeirense que ocorreu a Roma e Lourdes no verão de 1926 .

 

 
26 a 29 maio
1927

Vicente Ângelo Gomes da Silva faz parte do júri, juntamente com o pintor Alfredo Vital Migueis (1883-1943) e o Professor Rafael Bastos Machado (1900-1966), do Concurso e Exposição de Fotografias da iniciativa do Ateneu Comercial do Funchal, que juntou exposição de fotografias de amadores e profissionais, com um concurso de fotografias para amadores e stands onde as empresas que lidavam com a fotografia (como a Kodak e outras) mostraram a sua mais recente tecnologia no que se refere a máquinas fotográficas e material de revelação.

 

 
1 agosto 1927

Nascimento de Maria Helena Valente Gomes da Silva, filha de Vicente Bettencourt Gomes da Silva.

 

 
15 julho 1928

Vicente Ângelo Gomes da Silva é, juntamente com os Perestrellos, o responsável pela reportagem fotográfica da sessão de homenagem ao eminente dramaturgo, professor, escritor e oficial do exercito, Major J. Reis Gomes (1869 - 1950), que decorreu no Salão Nobre do Teatro Municipal.
Foi também Vicente Ângelo Gomes da Silva o responsável pelas fotografias tiradas aos convivas do almoço oferecido pelos antigos alunos do Major Reis Gomes, que decorreu no "Reid's Palace Hotel" depois da cerimonia publica de homenagem.

 

abril 1929

Vicente Ângelo Gomes da Silva é o responsável pelas imagens (no total de 25 fotografias) que ilustram o livro lançado pelo escritor madeirense João dos Reis Gomes (1869 - 1950), “Através da França, Suíça e Itália", livro que é uma crónica da viagem realizada por um grupo de peregrinos madeirenses pela Europa em 1926.

 

5 junho 1929

Vicente Gomes da Silva Junior é o responsável pelo artigo principal inserto no "Diário da Madeira" de 5 de junho de 1929, dia em que se comemora o aniversário dos então "Bombeiros Voluntários do Funchal" (atualmente Bombeiros Municipais do Funchal), onde, como antigo comandante da corporação, faz uma breve resenha histórica da fundação da mesma.

 

 
30 maio 1931

Primeiro número da revista "Arquivo Histórico da Madeira" coordenado pelo Dr. João Cabral do Nascimento (1897-1978), cujas fotogravuras, eram da autoria, entre outros, dos "Vicentes".

 

 
3 abril 1932

Vicente Ângelo Gomes da Silva foi o responsável pela reportagem fotográfica do almoço de homenagem a Alberto Henriques de Araújo (1903-1997), então Diretor do "Diário de Noticias" do Funchal e posteriormente deputado à Assembleia da Republica durante o Estado Novo, que decorreu no "Monte Palace Hotel".

 

 
30 maio 1933
Falecimento de Vicente Gomes da Silva, Júnior.
 
16 novembro 1935

Os "Vicentes" são os responsáveis pela reportagem fotográfica do almoço de despedida ao diretor cessante da Junta Autónoma das Obras do Porto do Funchal, Eng. Rodrigo Guimarães, que decorreu no Hotel Belmonte.

 

 
24 junho 1936

Os "Vicentes" são um dos responsáveis pela reportagem fotográfica do convivio realizado na Quinta do Palheiro, para a comemoração do 125º aniversário da firma Blandy Brothers & Co., Lda.

 

 
10 fevereiro 1945

Casamento de Jorge Bettencourt Gomes da Silva com Carmelita Maria Lopes (1920-2003).

 

 
8 novembro 1945

Nascimento de Vicente Jorge Lopes Gomes da Silva, filho de Jorge Bettencourt Gomes da Silva.

 

 
25 e 27 março 1949

Os "Vicentes" são os responsáveis pela reportagem fotográfica da chegada e partida inaugural dos hidroaviões da "Aquila Airways, sendo o fotógrafo responsável Vicente Betencourt da Silva.

 

 
12 novembro 1949

Nascimento de Maria Cristina Lopes Gomes da Silva, filha de Jorge Bettencourt Gomes da Silva.

 

 
25 e 26
agosto 1951

Vicente Bettencourt Gomes da SIlva e Raul Martins Perestrelo (1915-1998), foram os responsáveis pela reportagem fotográfica das cerimónias e posterior arraial da inauguração da nova capela de Nossa Senhora da Graça no Porto Santo.

 

 
1 dezembro 1953

Os "Vicentes" foram os responsáveis pela reportagem fotográfica do almoço de aniversários pelo 20 anos do Banco da Madeira, que decorreu no Restaurante do Ribeiro Frio.

 

 
17 abril 1954

Falecimento de Vicente Ângelo Gomes da Silva em Lisboa, tendo sido sepultado no Funchal a 25 de abril.

 

 
10 dezembro 1955

Vicente Bettencourt Gomes da Silva foi membro do júri, juntamente com o Dr. Lemos Gomes e Jaime Nunes, do "I Salão de Arte Fotográfica", que decorreu de 10 de dezembro de 1955 a 24 de janeiro de 1956, na sede do Sindicato Nacional dos Empregados de Escritório e Caixeiros do Distrito do Funchal.

 

 
10 dezembro 1955

Foram os "Vicentes Photographos" os responsáveis pela reportagem fotográfica do jantar de encerramento das comemorações do 57º aniversário do Ateneu Comercial do Funchal.

 

 
19 março 1956

Vicente Bettencourt Gomes da Silva foi membro do júri, juntamente com Teresa Canavial Tavares da Silva, Capitão de Engenharia Vasco Paiva Brites, Dr. António Aragão Mendes Correia e Jaime Nunes do "I Salão Fotográfico dos Grupos Desportivos da Madeira", que decorreu no Ateneu Comercial do Funchal de 13 a 25 de abril de 1956.

 

 
11 julho 1957

Falecimento de João Luís Henriques Gomes da Silva.

 

 
23 setembro [1957]

Nascimento de Carolina Lopes Gomes da Silva, filha de Jorge Bettencourt Gomes da Silva.

 

 
13 setembro 1960

Falecimento de Vicente Bettencourt Gomes da Silva. Sucede-lhe na gerência do atelier “Photographia Vicente” o seu irmão Jorge Bettencourt Gomes da Silva, o último “Vicente” a ser dono do atelier.

 

 
16 março 1972

O estúdio “Photographia Vicente” é vendido a uma empresa privada.

Patio

6 setembro 1975

Falecimento de Maria Aida Henriques Gomes da Silva.

 

7 junho 1979

Falecimento de Maria da Conceição Valente (1897-1979), viúva de Vicente Bettencourt Gomes da Silva.

 

 

 

13 junho 1979

Compra do recheio do atelier “Photographia Vicente” por parte do Governo da Região Autónoma da Madeira.

 

 
22 março 1982
Inauguração da “Photographia – Museu Vicentes”

Arquivo Pátio
Arquivo - Rua Latino Coelho
Fachada Casa Vicentes

 

6 fevereiro 1991

O imóvel onde está instalada a Photographia – Museu “Vicentes” é considerado património de “valor cultural regional”, pela Resolução nº 78/91 de 6 de fevereiro.

 

25 fevereiro 2000

Falecimento de Maria José Bettencourt Gomes da Silva.

 

 
21 dezembro 2001

Reabertura do Museu, após obras de recuperação.

 

2 dezembro 2003

Falecimento de Carmelita Maria Lopes Gomes da Silva (1920-2003), esposa de Jorge Bettencourt Gomes da Silva.

 

 
1 março 2004

A classificação do imóvel da Photographia – Museu “Vicentes” de “valor cultural regional” é convertida para a de “monumento de interesse público”, pela Portaria nº 34/2004 de 1 de março.

 

 
3 agosto 2004

O imóvel onde está instalado a Photographia – Museu “Vicentes”, antiga casa e atelier da família Vicente é adquirida pelo Governo da Região Autónoma da Madeira.

 

25 outubro 2005

Falecimento de Maria Helena Valente Gomes da Silva.

 

 
19 dezembro 2008

Falecimento de Jorge Bettencourt Gomes da Silva.

 

 
11 abril 2009
Falecimento de Maria Eulália Valente Gomes da Silva.