Colódio Húmido – Processo fotográfico para negativos em vidro, cuja chapa era coberta com uma solução de colódio (fluido viscoso e transparente, feito através de piroxilina ou algodão pólvora e diluído em partes iguais com álcool e éter) e iodeto de cámidio. E estando ainda húmida era imersa numa solução de nitrato de prata.
Depois de exposta, a chapa era revelada em ácido pirogálico ou em sulfato ferroso, sendo depois lavada e fixada em hiposulfito de sódio, novamente lavada e posta a secar.
Todo o processo tinha de acontecer enquanto a chapa estava húmida, pois seca não era sensível nem ao revelador, nem ao fixador.