Prova em Carvão – Processo de impressão, onde uma folha de gelatina impregnada com pó de carvão era sensibilizada com bicromato de potássio e exposta ao sol, em contacto com o negativo, fazendo assim gelatina bricomatada, que endurecida com a luz do sol se tornava insolúvel em água, fazendo com que a prova depois de lavada dissolvesse a gelatina não endurecida, ficando assim uma imagem positiva, sendo depois essa imagem transferida para um papel de suporte e seca.
É um processo muito durável e com grande estabilidade.